Quinta-feira, 24 de Julho de 2008
Karadzic, Mladic e outros produtos de valor acrescentado

 

«Wild animals never kill for sport. Man is the

only one to whom the torture and death of

his fellow creatures is amusing in itself.»

James Anthony Froud

 

 

 

Karadzic foi preso dia 21 de Julho de 2008 em Belgrado. Finalmente!, dizem muitos. E com razão. Há que admitir que a sua captura acontece numa conjuntura política que não podia ser melhor para a Sérvia, escancarando a porta da união europeia previamente entreaberta. Coincidências..

Conjunturas à parte, esta detenção merece uma curta reflexão. Como é óbvio, Karadzic não foi detido há mais tempo devido ao sentimento nacionalista que todos os sérvios (e não só, mas também todos nós) guardam nas profundezas do seu ser, e que permitiu a Karadzic viver em Belgrado os últimos 10 anos. Digamos que era mais fácil fechar os olhos, do que olhar para ele e reviver tudo o que se passou.. Por outro lado, não devo ser só eu a perguntar-me porque é que só são julgados sérvios em Haia?.. Pelo menos, só os sérvios têm direito a congratulações e sentimentos de alívio por parte de governantes internacionais quando são capturados.. É uma "honra" que fere o interior do sérvio comum, que nunca pôs os pés em Srebrenica. E já deviamos saber que as pequenas feridas que dificilmente saram se transformam em tumores perante o estímulo apropriado.. Além disso, nas guerras não há inocentes: todos têm a sua quota parte de responsabilidade. Ainda assim, só os sérvios são responsabilizados, num tribunal internacional que se quer imparcial e ao qual os arguidos chegam com estatuto de culpados. E ainda há quem se admire que poucos julgamentos tenham terminado em Haia até hoje..

 

Mas, mais importante do que falar de Karadzic, do qual aliás já se falou muito mas muito mais do que ele merecia, esta detenção traz à lembrança dos mais atentos o grande Djindjic. Zoran Djindjic, primeiro-ministro da Sérvia brutalmente assassinado (sniperiado, melhor dizendo) em 2003 pelo clã Zemun da máfia sérvia (para os tais distraídos, há que reforçar as ligações próximas da máfia ao extremismo nacionalista). Eliminado pelas suas posições pró-ocidentais, pelo combate cerrado que lançou ao crime organizado e à corrupção e pouco após ter mandado capturar e extraditar Milosevic. Claramente, um homem à frente do seu tempo.  A questão que se impõe é: o que acontecerá desta vez no rescaldo de mais uma extradição? Naturalmente os tempos mudaram, e a Sérvia é hoje mais tolerante e pró-ocidental, e Cvetkovic não é Djindjic, aliás, Djindjic é inigualável já que foi um pioneiro e, como tal, "teve" que ser eliminado na derradeira tentativa de parar o progresso. Sem frutos, devemos dizê-lo..

Parece que as atenções se viram agora para Mladic. Será capturado em breve? Estará em Belgrado? Penso que não. Duplamente, não. Não sei se Mladic, enquanto militar, conseguiria alguma vez chegar ao nível da arrogância e cinismo de Karadzic para se passear descontraidamente em Belgrado. E se o fazia, agora por certo decidiu mudar de poiso. É que os ventos de mudança na capital são imprevisíveis e, por melhor disfarçado que mladic pudesse estar, nunca fiando.. Por outro lado, parece-me dificil que este seja capturado em breve, na medida em que o seu valor comercial após a captura de Karadzic está em baixa. Abertas as portas da UE, a Sérvia quer é seguir em frente e, se possível, arrumar Mladic numa gaveta emocional bem trancada e cuja chave seja deitada fora. Assim o deixe a Comunidade Internacional..

publicado por Ana Silva Martins às 12:57
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Maio de 2008
Máximas em época de e...

E lá chegamos mais uma vez à fatídica época de exames! Parece que ainda foi ontem que saí do meu exame de Anatomia I.. R...

Ler artigo
publicado por Ana Silva Martins às 00:37
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Maio de 2008
...

«Look at a day when you are supremely satisfied at the end. It's not a day when you lounge around doing nothing; it's ...

Ler artigo
publicado por Ana Silva Martins às 17:10
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Maio de 2008
Como se safar de um a...

Ler artigo
publicado por Ana Silva Martins às 17:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 29 de Março de 2008
Pequenos Percalços...

«Onde não falta vontade existe sempre um caminho.» [in O Senhor d...

Ler artigo
publicado por Ana Silva Martins às 15:38
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Março de 2008
Why bother??

Qualquer hemorragia pára ao fim de 5 Litros, portanto, para quê gastar tempo e energia a tentar pará-la?? (by um certo c...

Ler artigo
publicado por Ana Silva Martins às 15:32
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Março de 2008
Estatuto do Estudante

Algo que encontrei cá por casa no fundo de um qualquer baú. Engraçado.. 1 - O ESTUDANTE está sempre a estudar. Se não ...

Ler artigo
publicado por Ana Silva Martins às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Karadzic, Mladic e outros...

. Máximas em época de exame...

. ...

. Como se safar de um assal...

. Pequenos Percalços...

. Why bother??

. Estatuto do Estudante

. Reviravoltas...

. Liberdades e 25 de Abril....

. Liberdade...

.arquivos

. Julho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Renovação: Que papel para...

. O Jogo do Ouro Negro

. A Poluição das Palavras

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds